HL Informática Com. Serv. Ltda

Sistemas Integrados

Faturamento

Estoque

Fluxo Financeiro

Escrita Fiscal

Folha de Pagamento

Sistemas de Automação

Controle Automotivo

Controle de Vendas

Controle de Abastecimento

Controle Transportadoras

Controle de Ponto

   Seu IP é 54.90.159.192

Clientes
 

Cliente

Senha

 
 

Esqueceu a Senha

HL SYSTEMS
Página Principal
Sistemas
WebDesign
Notícias
Enquêtes
Clientes
Downloads
Artigos
Reportagens
A Empresa
Área de Atualização

Fale Conosco
Vendas
Suporte
AutosXP - Vendas
AutosXP - Suporte

 Últimas Notícias

26/12/2012 - Kassab cumpre metade das metas, mas fala em 81% de 'eficácia'

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), concluiu pouco mais da metade dos compromissos que assumiu na Agenda 2012, o plano de metas de sua gestão. Foram atingidas 123 das 223 metas, o que representa 55%.

Os dados são da própria prefeitura e foram divulgados nesta quarta-feira. A administração, no entanto, utiliza um "índice de eficácia" e diz que a gestão atingiu 81% de eficiência.

Isso porque o cálculo considera o nível de andamento de metas que não foram concluídas, como, por exemplo, a reforma de calçadas. A meta estabelecia obras de acessibilidade em em 600 mil m² de calçadas, mas foram feitos 547 mil m², o que dá 91%.

Algumas promessas que tiveram papel central durante a campanha eleitoral de 2008 também não foram concluídas.

Dos 66 km de corredores de ônibus que deveriam ser implantados, nenhum foi construído. Kassab disse que uma licitação de R$ 2,6 bilhões foi lançada, mas acabou suspensa pela Justiça.

A construção de três hospitais também não saiu do papel. A licitação foi suspensa em maio por determinação do Tribunal de Contas do Município.

A prefeitura apostou em uma PPP (Parceria Público Privada), mas a licitação foi adiada por 14 vezes pela própria prefeitura, antes da decisão do tribunal.

Outra meta não atingida foi zerar o déficit de vagas em creches. A prefeitura diz que atingiu 94% da demanda que existia em 2008, com 58,7 mil crianças matriculadas.

CIDADE MELHOR

Na apresentação, Kassab defendeu sua gestão, que avaliou como a "melhor possível". "Avançamos até onde poderíamos avançar", disse.

Ele destacou que 38 metas ultrapassaram o objetivo inicial, como a ampliação de ambulatórios, a implantação de jornada de sete horas nas escolas municipais e a entrega de ônibus adaptados. Outras 99 metas estão em andamento, sendo que 34 delas com mais de 75% de execução.

O prefeito disse que apenas uma meta sequer foi iniciada --investir R$ 300 milhões na obra do Rodoanel. "É uma meta que não deveria existir. Foi abandonada desde o início. Foi um erro, a prefeitura não tem tamanho para participar do Rodoanel", afirmou.

Kassab disse ainda que o prefeito eleito Fernando Haddad (PT) vai assumir uma "cidade melhor", com dívidas quitadas e cerca de R$ 4,5 bilhões em caixa.

 

Agencia : FOLHA ONLINE

 

 

 

 
 

HL Informática Com. e Serv. Ltda - © Copyright 2002 | Termos do Serviço | Privacidade