HL Informática Com. Serv. Ltda

Sistemas Integrados

Faturamento

Estoque

Fluxo Financeiro

Escrita Fiscal

Folha de Pagamento

Sistemas de Automação

Controle Automotivo

Controle de Vendas

Controle de Abastecimento

Controle Transportadoras

Controle de Ponto

   Seu IP é 54.90.159.192

Clientes
 

Cliente

Senha

 
 

Esqueceu a Senha

HL SYSTEMS
Página Principal
Sistemas
WebDesign
Notícias
Enquêtes
Clientes
Downloads
Artigos
Reportagens
A Empresa
Área de Atualização

Fale Conosco
Vendas
Suporte
AutosXP - Vendas
AutosXP - Suporte

 Últimas Notícias

26/12/2012 - Brasil possui mais de 1 milhão de casas sem luz

O Brasil ainda possui mais de 1 milhão de casas sem luz, quase o triplo do anteriormente estimado pelo governo.

É o que mostrou um levantamento feito a pedido da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) pelas 17 distribuidoras de energia do país cujos serviços ainda não foram universalizados --ou seja, que possuem lares em sua área de atuação sem ligação elétrica.

Usinas hidrelétricas do governo FHC podem sair do papel
Gravações mostram problemas no apagão

Segundo as empresas, serão necessários R$ 17,3 bilhões para levar luz a todas as residências.

Até então, o governo federal estimava haver apenas 378 mil casas sem energia elétrica no país, usando como base os dados do Censo 2010, do IBGE.

O número subsidiou a decisão do governo, em 2011, de instituir uma nova fase do programa Luz para Todos, com metas de universalização até 2014.

Diante dos novos dados, oito das 17 distribuidoras passaram a pleitear a prorrogação da data estipulada pelo governo.

No caso dos Estados de Tocantins, Bahia e Mato Grosso, por exemplo, onde há cerca de 380 mil casas sem luz, as empresas pedem que o prazo seja protelado para 2027.

Criado em 2003 para acabar com a "exclusão elétrica do país", o Luz para Todos atendeu cerca de 14,4 milhões de residências, segundo cálculos do governo.

PRORROGAÇÕES

O programa, cujo prazo inicial terminaria em 2008, já foi prorrogado por duas vezes. Até o momento, foram investidos R$ 20 bilhões. Destes, R$ 14,5 bilhões foram repassados às distribuidoras pelo governo federal.

A revisão das datas para universalização das oito distribuidoras ainda serão julgadas pela Aneel.

O pedido das distribuidoras entrou na pauta da reguladora no dia 18 de dezembro, porém a decisão foi adiada para o ano que vem diante do pedido de vistas de um dos diretores. Segundo a agência, ainda não há previsão para que ao assunto volte à pauta.

 

Agencia : FOLHA ONLINE

 

 

 

 
 

HL Informática Com. e Serv. Ltda - © Copyright 2002 | Termos do Serviço | Privacidade